sábado, 21 de janeiro de 2017

7 verdades do padre Amorth sobre a Revolução do diabo contra a Igreja

[ipco]
Por


Madonna del Soccorso (Nossa Senhora do Socorro), Ascoli Satriano, Itália

A equipe do site Aleteia fez uma oportuna compilação de sete verdades – que poderiam ser mais, obviamente – do experiente lutador contra Satanás padre Gabriele Amorth, exorcista da cidade dos Papas, Roma.
Elas poderão ser apreciadas por todos os que acompanham os temas que viemos focando em nosso blog Aparição de La Salette e suas profecias relacionados com a participação do chefe dos infernos na grande Revolução anticristã contra a qual Nossa Senhora quis alertar a Cristandade na montanha de La Salette.
Ei-las:

Por que a Igreja guarda o domingo e não o sábado?

[aleteia]

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

"Quinhentos anos de Lutero, ocasião para redescobrir juntos o Evangelho", afirma Francisco

[ihu]



Às 10 horas da manhã dessa quinta-feira, 19 de janeiro, o Santo Padre Francisco recebeu em audiência uma delegação ecumênica da Igreja Luterana da Finlândia por ocasião da peregrinação ecumênica anual a Roma para celebrar a festa de Santo Henrique, padroeiro do país.
A Sala de Imprensa da Santa Sé, 19-02-2017, publicou o texto da saudação do papa. A tradução é de Moisés Sbardelotto.
"A intenção de Martinho Lutero, 500 anos atrás, era de renovar a Igreja, não dividi-la", afirmou o Papa.

Eis o texto.

Quando você se sentir sem forças, faça esta oração!

[aleteia]

5 motivos pelos quais amo Maria

[cancaonova]
Por Prof. Felipe Aquino


Há muitas razões pelas quais amamos Nossa Senhora, no entanto existem algumas pessoas que acreditam que amando a Virgem Maria, acabam colocando Jesus na sombra.
Neste vídeo, o Prof. Felipe Aquino explica que amar Maria é exatamente o contrário disso; quanto mais a amamos, mais louvamos o próprio Jesus.
Confira 5 motivos para amar Nossa Senhora:

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Apelo à oração: para que o Papa Francisco confirme a imutável prática da Igreja relativa à verdade sobre a indissolubilidade do matrimónio

[ipco]
Por


D. Tomash Peta, Arcebispo Metropolita da arquidiocese de Santa Maria em Astana, D. Jan Pawel Lenga, Arcebispo-Bispo emérito de Karaganda e D. Athanasius Schneider, Bispo Auxiliar da arquidiocese de Santa Maria em Astana

Após a publicação da Exortação Apostólica Amoris laetitia, em algumas igrejas particulares, foram publicadas normas aplicativas e interpretações, segundo as quais os divorciados que atentaram o matrimônio com um novo parceiro apesar do vínculo sacramental com o qual estão unidos aos seus legítimos cônjuges, são admitidos aos sacramentos da Penitência e da Eucaristia sem cumprirem o dever divinamente estabelecido de cessarem a violação do seu vínculo matrimonial sacramental.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...